• WEBLIONS DIGITAL

Em quantas e quais redes sociais é preciso estar?



Uma pergunta que nossos clientes sempre fazem durante os briefings e reuniões de Consultoria de Marketing de Conteúdo é: em quantas e quais redes sociais minha marca deve estar presente?


As pessoas têm uma tendência a acreditar que é importante estar em todas as redes, afinal de contas, nunca se sabe em que canal o internauta pode ver uma divulgação da sua empresa e entrar em contato, fechar um negócio. Mas na verdade, não é bem assim que funciona...


De nada adianta estar presente em todas as redes sociais se você não tiver conteúdo relevante para todas elas. E já falamos algumas vezes por aqui que gerar bom conteúdo é algo que dá um certo trabalho. Será que você terá tempo para planejar e criar publicações, postar em diferentes redes e gerenciar as interações e métricas de todos estes canais?


Criar uma rede social para a sua empresa demanda responsabilidade e gestão de quem entende do assunto. Ainda que você contrate uma agência para esta finalidade, a presença em diversas redes sociais irá demandar um investimento mais pesado, que muitas vezes não é viável para o pequeno e médio empreendedor.


Por onde começar, então? Bem, antes de mais nada é preciso entender que cada rede social tem um perfil diferente de usuários e abordagens e você precisa identificar quais canais são os mais indicados para divulgar o seu negócio. Veja abaixo um overview sobre as quatro maiores redes sociais:


Facebook – 2,2 bilhões de usuários: a plataforma mais usada pelos internautas brasileiros é também a que mais oferece recursos empresariais. O ideal para divulgar seus produtos e falar sobre seus serviços é saber mesclar o conteúdo entre textos, imagens e vídeos. É preciso ter continuidade em suas postagens (lembra que falamos sobre isso na semana passada?) e estar atento a todas as mensagens recebidas.


YouTube – 1,9 bilhões de usuários: as categorias com maior destaque são música, gastronomia, games, moda, beleza e futebol. É importante ter em mente que a qualidade dos vídeos e dos temas que serão abordados contam muito para o sucesso nesta rede. Conteúdos em português têm mais acessos locais, enquanto vídeos em inglês (ou legendados) podem ampliar sua base de usuários para todo o mundo.


Whatsapp – 1,5 bilhões de usuários: 98% dos usuários de smartphones no Brasil acessam diariamente o Whatsapp. A facilidade de comunicação fez com que até mesmo as grandes empresas passassem a utilizar a rede para garantir um atendimento mais personalizado a seus clientes. Uma regra importante é não utilizar contatos para divulgar sua empresa sem autorização e invadir a privacidade de seus usuários.


Instagram – 1 bilhão de usuários: uma rede de compartilhamento de imagens e com forte apelo visual exige que as marcas publiquem fotos e artes atraentes. Enquanto uma loja de calçados pode explorar seus produtos e a montagem de looks, empresas que oferecem serviços podem produzir artes digitais que chamem a atenção para seu conteúdo, mensagens e informativos.


Depois de analisar e aprender as características sobre cada rede social e definir quais delas vão se encaixar melhor em suas estratégias de Marketing vem outro passo importante: o planejamento e produção de conteúdo de qualidade, que incentive a interação entre o público e o seu negócio. Você precisará estar atento às dúvidas e anseios da sua audiência para criar um relacionamento confiável e que incentive os internautas a virarem seus clientes, independente de qual seja o veículo utilizado.


Ficou com alguma dúvida? Quer enviar algum tema para abordarmos aqui no blog? Entre em contato conosco por WhatsApp - é só clicar aqui!


Na próxima semana iremos falar sobre a diferença entre perfis pessoais e profissionais nas redes - o que postar e o que esconder.


Até o próximo post!

26 visualizações
ASSINE NOSSO BLOG E RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO EM SEU EMAIL!